BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS »

sábado, 26 de setembro de 2009


Bom mesmo é se entregar. É sentir dor, ódio e culpa pra sempre e cinco minutos depois, sequer lembrar o motivo. Sabendo que você fez o que quis e, por mais sujo e errante que a sociedade te considere, te surpreende a forma como você não dá a mínima para todo o resto. Porque diabos as pessoas ainda insistem em julgar o amor e sexo como um tabu, quando não são tratados como um conjunto? Que graça teria em conhecer um só cheiro, gosto, toque e uma só maneira de viver? Nunca íamos ter a chance de sair pelo mundo com uma mochila pesada nas costas. Cheia de impulsos, vontades, envolvimentos, pseudo-amores e experiências. No final das contas, a vida nos oferece um leque de oportunidades prontas para serem usufruídas, a decisão cabe, somente, a nós.

Bom mesmo é surtar. É mostrar pra todo mundo, que insiste em te tratar como a garota dos sonhos, que você não é tão boa assim, que você sabe trazer a dor e que bem lá no fundo, você adora ficar por ficar, sem ao menos se importar em saber o nome, sem ao menos precisar se importar. Alguém trate de contar para os desavisados que quando você diz não ser tudo isso que eles pensam, é porque você não é mesmo. Acabou o tempo em que as meninas faziam isso para ganhar elogios e disputar o posto de Miss Perfeição.

Ah, garoto! Por mais que ela se porte como uma lady e por menor que seja, o número de pessoas que ocupou seu coração, não se iluda tanto assim! Ou melhor, se você acha mesmo que sabe tudo sobre ela, aposte todas as suas fichas então. Vá em frente! Mas deixo claro, que você vai ter terminar sendo assunto de final de noite, entre um drink e outro. Não nos leve tão a sério! De vez em quando, até as meninas de família precisam ser menos bem tratadas. Como se nós precisássemos aprender a andar com nossas próprias pernas e para isso dar certo, tratamos de dispensar qualquer pessoa que tente nos impedir. Querendo colocar um laço rosa em nossos cabelos escovados, para nos levar pra casa antes da meia noite.

Sabe o que é mais perigoso do que lidar com uma menina má? É enfrentar uma boa. Enquanto as más mantêm o batom vermelho retocado e os olhos de águia prontos para atacar, deixando claro seus interesses, a boa se esforça para esconde-los. Ela ainda gosta de conquista, de primeiro beijo e de um bom papo, mas aprendeu a gostar muito mais do que a vida lhe ensinou. Por isso, não importa o quanto você tente, o quanto você se esforce, o território sempre vai ser desconhecido. Enquanto você se pega tentando controlar o frio na barriga e escolhe sua melhor camisa, porque combinaram de se encontrar hoje à noite, ela acaba de desligar o celular e bater a porta da sala com um sorriso no rosto. A realidade é que, bem lá no fundo, a gente não quer pertencer a ninguém além de nós mesmas.

Obs: Ninguém melhor que Blair Waldorf na cena do strip tease para representar, rs.


4 comentários:

Nicolly Barbosa disse...

Noossa, jura que você vai fazer um livro e autografar um pra mim?! *-* Esse é o melhor post. rs
Beijão amor. ♥

Camille disse...

Irma,
Vc as vezes sabe ser como ela ...

Não é verdade?
rs

Beijos!

Camille disse...

Thais,

Estou passeando por aqui ...

Vc que escreve tudo?
Se for tiro o chapéu, porque está tudo muito bem escrito.

amanda.antunes18 disse...

Adoorei! *-*
A B. representa exatamente o que você quis dizer!

Xoxo
Gossip Girl (rsrsrs)