BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS »

domingo, 20 de setembro de 2009



Caro ex namorado,

Eu deveria me esforçar para falar de todos os dias de sol que você esteve presente. Foram tantos momentos, tantos sorrisos e tanta dor, tanta mágoa, tantos chifres. Sou ou não sou uma garota de sorte? Ah, vamos lá, larga esse celular agora. Não precisa se dar ao trabalho de arrumar álibis para sua defesa. Não mesmo. Eu, simplesmente, não me importo com você. Não me importo com quem você sai, com quem você diz transar pensando em mim e, muito menos, com as lágrimas que você vangloriza, dizendo cair por mim. Como se brigasse pelo papel de vítima.

Ih, acha que eu deveria ter deixado o primeiro parágrafo para dizer o quanto foi você importante, enumerando todas as lembranças? Te decepcionei, é? Desculpa, mas essa era exatamente a intenção. Pois é, desde que você me deixou, meu coração me desafiou, quando eu disse, convicta, que voltaria para te ver, mas que não me renderia as migalhas, manteria minha cabeça erguida e que faria você sentir dor. Isso mesmo. Não precisa levantar sua sobrancelha esquerda e ler de novo, procurando algum sentido nas minhas palavras. Você é sempre tão previsível que me cansa.
Vem cá, você é adepto ao sadismo? Acho digno me responder agora que não temos mais nada e, finalmente, você pode agir como adulto. Afinal, é no fim dos relacionamentos que os casais forçam sorrisos e uma maturidade que nunca existiu. Onde mesmo tá escrito que temos que ser amigos e que qualquer dor que você tenha provocado tenha que ser esquecida?

Pensei que deveria fazer uma lista, contando todos os seus defeitos e podres, e mandar alguém entregar na sua casa com uma bomba (Mas não consegui encontrar a bendita bomba e sem ela, não haveria graça alguma). Porque como ex namorada compreenssiva, achei justo destruir o conto de fadas que as mulheres cismam em te contar, por isso, achei digno falar sobre seus defeitos. Só pra te avisar, sabe? Só pra vê se, um dia, você consegue amar alguém além de si próprio. E caramba, olha como eu sou fantástica! (Lembrando que você foi um idiota em me perder de vista.) Consegui transformar essa lista em um conselho! Simplesmente: Morra. Isso mesmo. Não vem me chamar de vaca escrota não. Até porque isso ainda é pinto perto do que você me fez passar todo esse tempo que ficamos juntos.

Ah, queria te agradecer também, por abrir meus olhos e ter amigos fantásticos. Aposto que você tá pensando: "O que essa vaca quer? Acabar com a minha vida?". E caramba, juro que pensei que você fosse mais espertinho, heim! Sabe o que é pior do que querer acabar com a sua vida? É querer continuar participando dela. Quero que você esteja presente em todos os meus sorrisos. Todos aqueles que vou dar com todos os Fábios, Marcelos, Lucas e até o Marcos (É, aquele amigo que você chama de irmão. Ele mesmo!). Mais do que tudo, gostaria de te agradecer por você ter me feito conhecer uma mulher fantástica, que me apoiou durante toda a minha dor e que eu nunca procurei conhecer tão profundamente: Eu!. No final das contas, todos os seus amigos tinham razão quando diziam que você não é homem pra mim, definitivamente. Você não sabe como lidar com uma mulher de verdade e não sou eu quem vai te ensinar.

Resumindo: Foda-se, seu otário escroto!

Passar bem.

Beijos da mulher da sua vida, que você perdeu pra sempre.

4 comentários:

Amanda Antunes disse...

Ah concordo com tudo. O post está maravilhoso e você acabou de revelar a mulher linda que se tornou! Te admiro demais VADIA!

Gabrielle :} disse...

morri x.x que texto perfeito

Ana Luise D. disse...

Ai adorei, HAHAHHA *.*

Lara disse...

Meeeu Deeusss!! Pelo menos você aprendeu uma lição com isso tudo: quando os amigos DELE falarem quem tem algo errado, acredite pq eles sabem oq eu estão diendo kkkk' [/fato
então ... agora siga a vida e faça ele eprcebeu o que ELE perdeu e aposto que apartir de agora, se ele for um pouquinho inteligente, ele vai parar pra pensar no que fez e tentar se tornar alguem melhor