BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS »

sábado, 19 de setembro de 2009


Hoje eu acordei e quis você. Queria ver de perto seu sorriso tolo e ser surpreendida por palavras doces, dizendo que tudo não passou de um grande mal entendido e que você não tem um outro alguém, que seu coração me pertence desde sempre. Acordei e quis acreditar cegamente que tudo não passou de um sonho. Que mania tola essa do mundo não aceitar o perdão! É claro que eu te perdoo, mas quando é que você vai me pedir desculpas? Ainda vai demorar muito? Seria engraçado se não fosse trágico. Até mesmo a dor que você me deixou é diferente de todas as outras. Ela é responsável pelo meu olhar triste e perdido junto com os meus pensamentos soltos, mas se porta feito lady quando se trata dos nós na garganta que o choro contido insiste em provocar decretando vingança. Mais curioso ainda é a maneira como meu sentimento não muda de forma, muito menos de tamanho. Deixo transparecer que por mais que você me dê náuseas por atitudes egoístas e egocêntricas, eu sempre vou te amar. Sempre vou estar aqui, com os olhos transbordando esperança, esperando você aparecer com seu sorriso tolo novamente.
Ah, se você soubesse tudo que estava te aguardando, não ousaria pensar em me deixar. Nós tivemos tão pouco tempo. Só o suficiente para que eu viciasse em você e me tornasse dependente desse projeto de vida, que acabou como um rascunho. Amassado e jogado no lixo perto da escrivaninha. Caramba, que horas você volta pra mim?

1 comentários:

(susanberchot♠ disse...

Obrigada pelo comentário ! Adorei o jeito como você escreve, de uma forma clara e detalhada, parabéns ! Sucesso !