BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS »

terça-feira, 12 de janeiro de 2010



Gosto de homens mais novos pelo simples fato de ainda possuírem um brilho despreocupado no olhar. Encontramos junto dos hormônios agitados, corações menos machucados e mentes nem um pouco aflitas com o dia de amanhã. Eles são responsáveis pelas risadas mais sinceras e conseguem falar de todos os segredos e medos sem qualquer limite. São donos de corações cheios de sede de histórias para contar e sequer conseguem falar de amor de maneira cruel ou desesperançosa. Acreditam no dia de amanhã como se fosse o último de suas vidas. Possuem um cheiro familiar e inocente que nem mesmo uma noite de amor com eles consegue tirar. Nós, com alguns anos a mais, mas com a cabeça atordoada de passados e problemas, sentimos como se tivéssemos apenas um dever: protege-los. Queremos envolver nossas crianças adultas em um abraço sem fim, tentando preservar cada princípio e sonho. Eu já tinha esquecido como é o cheiro dos 16 anos. Do calor, da irresponsabilidade insana e dos corações vazios e saudáveis. Gosto do faro inocente e desajeitado, das mãos suadas, da ansiedade incontrolável. Da maneira intensa como amam ou odeiam. Gosto do romantismo que ainda não se perdeu no meio de traições e ilusões. E gosto de como valorizam as pequenas coisas, principalmente, uma das melhores invenções: Cinema em um sábado à tarde. Mesmo que o filme não importe e somente a companhia baste.

Em compensação, gosto dos homens mais velhos também. Apesar de sempre deixarem o coração de lado, dando mais valor ao lado racional, sabem como ninguém, nos surpreender com palavras e gestos. As ilusões provocadas por eles são sempre mais dolorosas e inesquecíveis. Os amores mais marcantes. São mais sérios e exigentes, por isso, são donos de mistérios curiosos e interessantes. Nunca sabemos realmente o que estão pensando. São menos intensos, mais realistas. Nunca tiram os pés do chão e levam suas decisões a sério, de maneira fria e calculista. Sabem como ninguém dar abraços recheados de proteção, fazendo com as mulheres se sintam como crianças indefesas, por isso, são os seres mais apaixonáveis que já conheci. Tratam nossos corações com uma delicadeza absurda que aprimoraram com o passar dos anos, descobrindo assim, todos os nossos pontos fracos (e fortes também). Todos possuem cheiro de futuro, tranqüilizando todos os nossos medos obscuros sem, ao menos, nós contarmos. Sabem como ninguém, todos os toques e sorrisos necessários para serem marcantes. Até mesmo Nelson Rodrigues diz que todos os homens deveriam nascer com 35 anos completos, já que com 18, mal sabem dar bom dia á uma mulher.

Qualquer semelhança entre eles não é mera coincidência. Meninos, garotos, homens, senhores... Como escolher se cada um é dono de um charme e uma lembrança inesquecível?

10 comentários:

Anônimo disse...

é talvez eu seja apenas mais uma vitima do amor . o cupido deve me adorar,tenho certeza . u.u'
hahaha
Mas tudo bem,espero que coisas assim passem,devem passar.
A vida é bela demais pra só se olhar um lado dela...
Acho que agora me apareceu seguindo.
beeeijos, se cuida .

Larissa Carneiro disse...

aah que saco me apareceu como anônimo no primeiro comentário,mas pra deixar claro,fui eu . ^^

s. augusta disse...

e entendes tanto sobre homens e amores *-*

' JESSICA LOUREIRO - disse...

É realmente homens e suas fases, mulheres e sua maturidade.

Concordo que quem sabe escrever, consegue qualquer coisa. Mas pena que eu não sei escrever. uhauhaeuhaeuha'

Sabrine disse...

Nossa esse post foi tão Carrie, do Sex and the City *-* amei.

rodrigz :) disse...

muito bom seu texto, rs :D

Julinnha disse...

Quee Liindo o Blog! amei ;D

Gabriela S. * disse...

Amei o blog,a postagem então me pareceu tão madura.To seguindo passa no meu ? Beijos.

Douglas Porto disse...

Sabe o que eu achei engraçado ? Me identifiquei com esse texto, como se fosse uma visão feminina do que eu penso, como se fosse a resposta pro meu texto 'Sexo Frágil' A srta tambem escreve muito bem ! :D

Amanda disse...

Aiii amigaaa, vc esta arrazando... Amei o post. =]