BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS »

quarta-feira, 5 de maio de 2010



Eu saberia ser a garota dos seus sonhos se eu não tivesse um cabelo de fases, aparelho nos dentes e humor instável. Se não tivesse mania de andar de meias dentro de casa e estivesse presente em todos os momentos que a saudade apertasse. Se soubesse me comportar como uma verdadeira lady, enquanto sento desajeitada de vestido e meus pés fazem questão de doer quando uso salto alto por mais de cinco minutos. Se eu não fizesse questão de resolver todos os meus problemas sozinha, sempre escondendo o quanto sou dependente de você.

Eu gosto de calorias, pijamas, sábados tranquilos, jeans, bobagens ditas no pé da orelha e andar sem rumo. Como lidar com uma garota tão fora do padrão? E você vai confiante. Procura a mulher mais velha que gosta de salada, vestido e vida agitada. A mulher que nunca usou aparelho nos dentes e sequer se lembra a emoção de ouvir bobagens. Aquela que diz que passou dessa fase de amar loucamente e só pensa no futuro. A mulher que não lembra a última vez que usou um pijama grande e aconchegante. Está sempre presa em um daqueles pijamas de gente grande, que não deixa ninguém confortável, mas estar bem arrumada até mesmo na hora de dormir com um cara que quer despir sua alma e logo depois arrumar seus cabelos com os dedos, é necessário. E você observa que ela nunca esquece de tirar a maquiagem e sequer sabe dormir pronta para ser bagunçada por mãos, bocas e desejos.

Não, é claro, ela tem mil e uma qualidades, e sabe despertar o seu melhor, por isso, você ignora todo o resto, na esperança do tempo consertar o que você não compreende, muito menos aceita, para que seu coração não te traia mais. Ela sempre vai ser a mulher da sua vida. E eu? Eu vou ser apenas uma menina boba, sem nenhuma liberdade, mochila nas costas e all star nos pés. Vou ser um daqueles carmas agoniantes, que passe o tempo que for, vai te provocar uma mistura de sensações e lembranças em cada reencontro. Uma eterna ferida que você nunca tira a casquinha, com medo de doer novamente.

Eu não saberia ser ela nem por alguns minutos, mesmo que fosse apenas para te agradar. E eu vejo o medo nos seus olhos. Ela nunca vai se preocupar em dizer que te ama no meio da noite, e nem vai saber o quanto você é cheiroso e irresistível, porque a rotina trata de apagar os detalhes. Mas e aí? Você simplesmente se afasta da menina desajeitada, que não entende nada de economia e da vida, na esperança de tudo ser passageiro. Até mesmo a saudade.

4 comentários:

Amélie™ disse...

Que LindoOo! Eu sou mulher, gosto de andar de salto e bem vestida. Gosto de salada e maquiagem (rs), mas não resisto a um pijama largo, aconchegante, chocolates, beijos e segredos ao pé do ouvido... Bem, acho que fundo, ainda tenho muito de menina.
Bjs.
;)

Sabrine disse...

Só pra constar, seus textos são lindos e sempre me emocionam. Leio o blog há uns 4 meses ou mais, e nunca li um texto seu q não me prendesse até o final, ou que não tivesse pelo menos uma frase ou parágrafo que eu me identificasse completamente.

Amanda Guimarães disse...

^^ Essa é minha menina que me deixa com orgulho!! è tão impolgante entender sobre tudo aquilo que vc esta escrevendo e melhor... me orgulhando por estar fazendo a coisa certa.
Te amo, e olha... continue me orgulhando hein rsrsrs.

+ RENATASOUZA disse...

Digno de favoritos, amo seeus textos *o*